"QUEM SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER"

Vandré

Páginas

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Acopiara cresce com incentivo de recursos para agricultura e escolas municipais reiniciam suas atividades na próxima segunda-feira


O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), também conhecido como “Compra Direta”, tornou-se um dos grandes alavancadores da expansão econômica de Acopiara. Pelo programa, alimentos produzidos por produtores da agricultura familiar são comprados e em seguida doados a 55 escolas públicas, garantido emprego, renda e segurança alimentar a população que precisa.

Segundo o secretário municipal da agricultura,Carlos Aragão, o município tem o maior PAA do estado do Ceará com recursos a serem investidos em cerca de R$ 1.192.134,00 até 2012.

No município, foram cadastrados 120 produtores da agricultura familiar, recebendo até R$ 3.500,00(ano) pela produção de alimentos como leite, mel, frango, queijo, ovos, verduras, carnes e legumes.

Depois de uma mês de férias os mais de 9.400 mil alunos da rede municipal de ensino retornam às salas nesta segunda-feira, 02 de agosto.

A Secretaria da Educação informa que o retorno às aulas cumpre o calendário previsto para o ano escolar de 2010 e que a continuação do trabalho educativo transcorrerá no segundo semestre sem nenhuma mudança, já que os novos professores concursados só deverão assumir seus cargos a partir do próximo ano.

No município de Acopiara funcionam cerca de 90 escolas municipais localizadas na sede e zona rural que atendem desde estudantes da educação infantil ao ensino fundamental do 1º ao 9º ano.

iguatu.org

Lúcio admite não ter Dilma em seu palanque


O ex-governador Lúcio Alcântara, candidato do PR ao Governo do Estado, disse, ontem, não ter marcado nenhuma vinda da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT) para apoiar a sua campanha no Ceará. Embora esteja usando amplamente o jingle da candidata petista e as imagens dela e do presidente Lula, Lúcio informou apenas que a direção nacional do PT tem dito que a candidata não estará em todos os palanques que a apoiam.

A declaração do candidato da coligação PR-PPS foi dada na noite de ontem, por ocasião da inauguração do comitê central da campanha dele, do candidato a vice, Cláudio Vale, e do postulante ao Senado, Alexandre Pereira, no cruzamento das avenidas Padre Antônio Tomás e Via Expressa, no bairro Papicu, em Fortaleza. Vários candidatos a deputado estadual e federal, além de lideranças empresariais prestigiaram o evento.

Lúcio Alcântara fez questão de dizer, sobre a campanha à Presidência da República, que era natural que o partido dele, o PR, como apoiador nacional do Governo Lula utilizasse a imagem de Dilma e do próprio presidente. “A popularidade do Lula é inegável e o PR apoia o presidente. Portanto, nada mais natural do que a imagem dele e da Dilma estarem aqui”, enfatizou.

No Ceará, oficialmente, o PT presta apoio à candidatura do atual governador, Cid Gomes (PSB), que já tem visita agendada da candidata Dilma e do próprio presidente Lula em apoio a sua campanha de reeleição.

Programa

Sobre o seu plano de governo, Lúcio Alcântara disse que neste momento, ele está aberto a sugestões da sociedade, por meio da página eletrônica da campanha na Internet. Lembrou, entretanto, que pretende retomar projetos iniciados na sua gestão que não foram priorizados no atual governo. “O programa de agentes rurais foi destruído completamente e eu pretendo retomar. No microcrédito vamos criar o ‘Banco do Povo’”, disse.

Em seu discurso, o candidato fez críticas diretas ao atual governador por ter, segundo ele, tentado “tirar o direito de escolha da população” e “enfraquecer a democracia”, fazendo referência à ampla coligação que Cid Gomes tentou, mas não conseguiu fazer, com PT e PSDB.

Lúcio falou do retorno de práticas políticas antigas na atual gestão e disse que o Governo do Estado “esqueceu” de cuidar das pessoas. A maior referência, entretanto, foi à política de segurança pública. De acordo com o oposicionista, Cid Gomes cometeu um “estelionato eleitoral” ao prometer um programa que “não existia”, que era o Ronda do Quarteirão. Para ele, o programa não passa de uma “jogada de marketing”, da atual gestão estadual.

No lançamento do comitê da campanha do PR, os deputados estaduais da sigla, Adahil Barreto e Vasques Landim, não compareceram. Dos federais, Leo Alcântara, Marcelo Teixeira e Gorete Pereira estiveram presentes. Pedro Ribeiro e Vicente Arruda também faltaram.

Programa de Serra quer levar para todo o Brasil ações do governo Tasso


A equipe responsável pelo plano de governo do candidato a presidente José Serra (PSDB) visitou ontem ao Ceará para conhecer modelos de políticas para o campo, implantados nas administrações de Tasso Jereissati (PSDB, 1987-1990 e 1995-2002) como governador.

Segundo o coordenador do plano de governo de Serra, Xico Graziano, dois projetos, relacionados à agricultura, serão incorporados ao programa nacional do PSDB.

Uma dessas políticas é o Agropolos - organização social, fundada em 2002, que promove ações de apoio ao desenvolvimento rural sustentável e atua nas áreas de agricultura, pecuária, piscicultura e biocombustível. Outro modelo a ser copiado são os agentes rurais - profissionais que dão assistência técnica a agricultores familiares.

O encontro ocorreu no comitê do senador e candidato à reeleição, Tasso Jereissati, e do candidato a governador tucano, Marcos Cals. Nenhum dos dois participou da reunião, conduzida pelo candidato a vice de Cals, Pedro Fiúza.

Ao contrário do que ocorreu no dia da inauguração do comitê, em 21 de julho, quando só havia fotos de Tasso e Cals, o local ontem já possuía a imagem de Serra ao lado dos dois.

Graziano negou, no entanto, que o candidato tucano esteja “sumido” das campanhas tucanas no Ceará. “Ausente? Não. Terça-feira ele (Serra) estava no Maranhão. Veio a Pernambuco, veio ao Ceará (em 10 de julho), vai voltar agora”, declarou ele, acrescentando que, dentro de três semanas, deve haver nova visita de Serra ao Ceará.

terça-feira, 27 de julho de 2010

PT mobiliza a sua militância


A cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) no Ceará vai inaugurar, no dia 6 de agosto, o comitê da candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), em Fortaleza. Além disso, a partir de agora, os petistas vão intensificar a campanha presidencial no Interior do Estado, com a distribuição de material impresso em várias cidades e organização de comitês conjuntos em diversos polos.

As decisões foram tomadas, ontem, durante reunião da direção estadual do PT e os coordenadores da campanha no Ceará. A intenção deles, segundo o vice-presidente da sigla no Estado, deputado federal José Nobre Guimarães, é passar a "intensificar" as ações da militância em prol da petista, na Capital e no Interior, e dos demais candidatos majoritários: Cid Gomes (PSB) e dos postulantes ao Senado, Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT).

Agenda

Para inaugurar o comitê de Dilma Rousseff, o partido pretende trazer o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, já que ainda não conseguiram espaço na agenda de Dilma Rousseff nem na do Presidente Lula para trazê-los ao Estado. "Mas nós vamos apresentar para a direção da coordenação nacional da campanha a solicitação de vinda de Lula porque isso é fundamental", avisa Guimarães.

Ainda para intensificar a campanha de Dilma Rousseff e dos candidatos do restante da chapa no Estado, o PT está preparando uma plenária sindical para o dia 5 de agosto, na noite que antecede a inauguração do comitê de Dilma na Capital. O objetivo do encontro, segundo José Guimarães, também é "mobilizar" a militância petista, rural e urbana.

Guimarães explicou ainda, durante entrevista ao Diário do Nordeste, que não há atraso nos trabalhos da legenda e que uma comissão de líderes do PT ficará acompanhando as ações da sigla no Interior e em Fortaleza, para que haja avaliações constantes de como estão sendo realizadas as atividades.

Quem deverá ficar à frente da campanha de Dilma Rousseff no Interior cearense é o coordenador executivo da campanha da ex-ministra no Estado, Joaquim Cartaxo (PT). Ele explicou que haverá uma "descentralização" das atividades que serão distribuídas por macrorregiões. "Vamos ter vários pontos de apoio. Isso melhora a logística", esclarece o deputado.

Lúcio Alcântara inaugura comitê na Via Expressa


O candidato a governador pela coligação PR/PPS, Lúcio Alcântara, ao lado do postulante ao Senado pelo PPS, Alexandre Pereira, inaugura, nesta terça-feira, 27, seu comitê central de campanha.

O ato ocorrerá a partir das 19 horas e o comitê funcionará na Via Expressa com avenida Padre Antônio Tomas.

Ex-presidente do PT/CE inaugura comitê sem Cid e sem Luizianne


O ex-presidente regional do PT, Ilário Marques, inaugurou, na noite desta segunda-feira, 26, com a presença dos candidatos ao Senado José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), seu comitê eleitoral no bairro Aldeota.

Nomes da base aliada de Lula como o governador Cid Gomes (PSB) e a prefeita Luizianne Lins (PT) não compareceram. Ilário, candidato a deputado federal, prometeu arregaçar mangas para garantir no Estado a vitória do projeto de Lula.

Prefeitos tucanos insistem em votar em Cid

Mesmo com o esforço do senador Tasso Jereissati (PSDB) em unir o partido em torno da campanha de Marcos Cals (PSDB) ao Governo do Estado, uma parcela “arredia” do partido ainda insiste em apoiar a reeleição de Cid Gomes (PSB) ao Palácio Iracema.

Ontem à noite, quatro prefeitos da região do Cariri participaram de reunião com Tasso, em Fortaleza – oportunidade que alguns tiveram de confirmar que, apesar da candidatura tucana, é em Cid que irão votar.

“A gente falou pro senador que nossa intenção é ficar com o governador. Meu compromisso é com ele. Tá todo mundo recebendo obra nos seus municípios e jamais podemos prejudicar nossas comunidades por conta de brigas do partido”, admitiu um dos tucanos presentes no encontro, que pediu para não ser identificado. Os demais preferiram não se manifestar.

Trazidos à Capital pelo chefe do Executivo do Crato, Samuel Araripe – um dos articuladores de Tasso no Cariri –, os prefeitos Dorival de Oliveira, de Altaneira; Germano Correia, de Araripe; Evanderto Almeida, de Assaré e Afonso Domingos Sampaio, de Nova Olinda, teriam, no entanto, prometido se engajar na campanha de Tasso ao Senado.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Campanha de Lúcio já se prepara para o segundo turno


Certa de que chegará lá, a equipe de campanha do ex-governador Lúcio ALcântara (PR), que agora busca voltar ao cargo, já prepara comitês com a expectativa de que ocorra um segundo turno na eleição para a sucessão estadual. A informação partiu do coordenador da candidatura de Lúcio, Roberto Pessoa. “Criamos uma comissão dentro da campanha para preparar logo o trabalho para o segundo turno. Porque quem não se preparar, fica na surpresa”, justificou.

De acordo com Roberto, até agora estão sendo montados “comitês do segundo turno” em 10 municípios, para a preparação das ideias, caso o resultado das urnas em outubro levem à necessidade de uma segunda etapa no processo eleitoral.

A pesquisa O POVO/Datafolha para governador, divulgada na segunda-feira passada, mostrou Lúcio em segundo lugar, com 26% das intenções de voto. Já o atual governador, Cid Gomes (PSB), que derrotou Lúcio em 2006 e agora volta a confrontá-lo, aparece com 47% das intenções de voto.

Todos os adversários somados aparecem com 36% na pesquisa estimulada. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa ter mais da metade dos votos válidos. Cid aparece com 56% dos votos válidos – percentual obtido quando são desconsiderados votos brancos e nulos.

Andança no interior




Roberto aposta que Lúcio ainda deve crescer, o que, segundo ele, pode ser percebido não só na pesquisa, mas também pelo “clima” das visitas ao Interior do Estado. “Estamos desde o dia 15 de novembro do ano passado numa campanha de filiação e visitamos 87 municípios e sentimos em todos eles a vontade de uma mudança. Isso foi crescendo”.

Ontem pela manhã, Lúcio manteve a programação no Interior. Foi a Frecheirinha e Mucambo. À noite, participou da festa de Sant’Ana, padroeira de Iguatu.

Lúcio vem adotando a linha de ataques ao atual Governo. Ontem à tarde, em Fortaleza, Lúcio resolveu dar um pouco de atenção a sua campanha “virtual. No site de microblogs Twitter, ele criticou o governador: “Em 2006, como a cada 4 anos, elegeu-se um governador, não um imperador ; uma pessoa, não uma família”.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Prefeito de Acopiara, Antônio Almeida, lança seus candidatos

Foram lançados na manhã desta quinta-feira(22) nas dependências do Centro Educacional Tecnológico de Acopiara(CETEC) os candidatos que serão apoiados pelo prefeito acopiarense Antônio Almeida.

Centenas de pessoas superlotaram o auditório do CETEC e foram prestigiar os candidatos de Antonio Almeida.

Os candidatos são: para presidência, anunciou apoio a candidata do Lula, Dilma Rousseff; apoio a Cid Gomes para governo do Estado; José Pimentel é o Senador e José Nobre Guimarães o Deputado Federal; e 'por amor a esse novo Ceará' a candidata a Deputada Estadual Mirian Sobreira, esposa do Dr. Marcelo Sobreira, Secretário-adjunto da Saúde do Estado do Ceará.

Estiveram presentes ao evento, além do prefeito Antonio Almeida, o vice-prefeito Tião Mandú, o secretário adjunto de saúde do Estado Dr. Marcelo Sobreira, os candidatos Mirian Sobreira, José Pimentel e Guimarães. Também vereadores, secretários municipais, lideranças políticas, presidentes de associações, sindicalistas e populares.

Os candidatos foram brilhantes em suas colocações, e foram aplaudidos de pé pela militância acopiarense.

Eu desejo sucesso para os candidatos.

Will Almeida

Ciro Gomes diz que o sonho de ser presidente do Brasil não acabou


O deputado federal Ciro Gomes (PSB) disse, em entrevista à TV Cidade, que já se reergueu do choque levado com o fim precoce de sua candidatura presidencial. Ele afirmou, em tom bem humorado, de que vai ser sim um dia presidente do Brasil.

Ciro não escondeu, no entanto, certa mágoa ao atribuir a retirada de sua candidatura a uma “puxada de tapete” da cúpula de seu próprio partido, que lhe “deu corda”, até o limite para que ele saísse candidato. Resultado: o PSB acabou apoiando a petista Dilma Rousseff.

Sobre a disputa presidencial, reafirmou que vai apoiar Dilma “por tudo o que tem acontecido nos oito anos do Governo Lula e para não deixar a turma do Fernando Henrique voltar ao poder.”
Ciro, segundo confirmou a direção da TV Cidade, vai virar uma espécie de comentarista político da emissora. Bom lembrar que ele já foi, no passado, comentarista de futebol em emissora de rádio de Sobral.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Guimarães garante: “Cid ganha no primeiro turno. Estamos juntos”


Ao ser cumprimentado por Dilma Rousseff, em jantar organizado pelo candidato ao Senado Eunício Oliveira para políticos da base aliada, José Guimarães (PT) garantiu que a eleição para governador deve ser definida em primeiro turno e repassou a expectativa de 70% de votos para a candidata à Presidência da República.

As informações foram publicadas ontem à noite pelo twitter pessoal (@guimaraes_1322) do candidato à reeleição pela Câmara Federal, que também confirmou a presença de cerca de 300 lideranças no evento. Ainda segundo a rede social, o deputado saiu do jantar acompanhado do irmão José Genoíno e do ministro da Previdência Social Carlos Eduardo Gabas.

Fortalecimento de Dilma e deputados

O objetivo do jantar foi aproximar os deputados federais da eleição de Dilma Rousseff, garantindo força política para eleger a presidente e unir em torno de um só projeto nacional para o Brasil. Segundo informações do portal O Globo, o grande número de lideranças causou congestionamento de carros nos arredores da mansão do deputado peemedebista, no Lago Sul, bairro nobre de Brasília.

Deputados como profissão

Empresários, advogados, médicos e comerciantes são as profissões com maior número de candidatos às eleições no Ceará. O quadro apresentado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em sua página na Internet, este ano, não é muito diferente do que foi registrado em 2006.

Nas estatísticas de candidaturas do TSE, em 2006, consta a existência de 718 candidatos no Ceará. Para as eleições de 2010 até ontem os dados da Justiça Eleitoral indicavam a existência de 723 candidatos, incluindo todos os candidatos.

Na análise comparativa das eleições de 2006 e 2010 observa-se que a maior quantidade de candidatos é formada por empresários, advogados, médicos e comerciantes. Se juntarmos os segmentos empresário e comerciante, nas eleições passadas apresentaram um total de 90 candidatos, sendo 32 cadastrados como empresários e 58 como comerciantes. Em 2010 estes dois segmentos apresentam 92 candidatos, sendo 54 de empresários e 38 de comerciantes.

Para as eleições de 2006 chegou a 52 a quantidade de advogados que participaram da disputa por um mandato eletivo e este ano são 44 os que pediram registro para participar da disputa eleitoral. Os médicos que concorrem a um mandato eletivo este ano são 42 e nas eleições de 2006 foram 53.

As estatísticas de candidaturas do TSE são elaboradas com base nas informações prestadas pelos candidatos nos pedidos de registro de candidatura. Por isso, no que se refere à ocupação do candidato, podem apresentar algumas distorções, principalmente quando se trata de parlamentares.

O sistema de divulgação de candidaturas do TSE indica a ocupação "deputado" com apenas 29 inscritos para as eleições deste ano. Os 29 nomes relacionados, realmente, ocupam um mandato de deputado estadual ou deputado federal. No entanto, é bem maior a quantidade de deputados que está pleiteando a reeleição ou participa da disputa majoritária.

No caso específico de Domingos Filho colocou, no pedido de registro, sua ocupação como deputado, mas Marcos Cals informou como ocupação a profissão de sociólogo. José Pimentel requereu registro como deputado e Eunício Oliveira como empresário. Outros parlamentares cearenses colocaram como ocupação a atividade que exerce fora da política.
Diário do Nordeste

Dilma tem 13 pontos a mais que Serra no Ceará


Na disputa pelos votos dos eleitores do Ceará para presidente da República, a candidata apoiada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT), larga com 13 pontos percentuais de vantagem sobre o principal adversário, José Serra (PSDB). No entanto, a ampla maioria prometida para Dilma pelos apoiadores locais não se confirma, pelo menos por enquanto. Ela tem apenas um ponto percentual a mais que a soma dos adversários, mostra a pesquisa O POVO/Datafolha.

O que significa que, considerada a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, não épossível nem sequer afirmarse a candidata de Lula venceria já no primeiro turno, caso dependesse apenas dos votos dos cearenses. A base aliada do Governo Federal no Estado tem expectativa de ampla vantagem para Dilma no Estado, sobretudo considerando-se que Lula, na região Nordeste, chegou a 87% de aprovação na pesquisa Datafolha nacional, divulgada no início domês. Além disso, Dilma tem como apoiadores dois candidatos ao Governo: Cid Gomes(PSB) e Lúcio Alcântara (PR).Justamente os dois que aparecem na frente na pesquisa O POVO/Datafolha.

Por enquanto, Dilma tem 41% das intenções de voto entre os cearenses. Serra tem 28%, enquanto Marina Silva (PV) alcança 8%. Somados, todos os adversários de Dilma têm 40%.Na pesquisa espontânea,na qual os eleitores dizem em quem pretendem votar sem ver o nome dos candidatos,os números são mais positivos para Dilma. Ela alcança 22%, contra 10% de Serra. Há, entretanto, outros 7% de eleitores que responderam que pretendem votar no “candidato do Lula” – que vem a ser Dilma. Outros 3% declararam intenção de votar em Lula,que não será candidato.

Marina aparece com 2%. O número mais expressivo, entretanto, ainda é o de indecisos:50% dos eleitores cearenses ainda não sabem dizer, espontaneamente, em quem pretendem votar para presidente.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Tasso tem 59%; Eunício e Pimentel empatam com 24%


A primeira pesquisa sobre as eleições para o Senado no Ceará mostra Tasso Jereissati (PSDB) partindo com ampla vantagem para a reeleição e uma acirradíssima disputa interna na coligação do governador Cid Gomes (PSB) pela segunda vaga de senador. Este ano, os cearenses irão eleger dois senadores. Assim, cada eleitor poderá votar em dois candidatos. Mesmo na consulta estimulada, na qual é apresentada aos eleitores uma lista com o nome de todos os candidatos, a pesquisa O POVO/Datafolha mostra que 50% dos votos ainda estão indefinidos.

Tasso lidera com 59% das intenções de voto. A seguir, numericamente empatados, os dois candidatos da coligação de Cid – Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) – ambos com 24%.

Os demais votos ficam dispersos entre os demais candidatos. Tarcísio Leitão (PCB) e Raquel Dias (PSTU) aparecem, cada um, com 6%. Marilene Torres (Psol) tem 4%. Alexandre Pereira (PPS), aliado do candidato a governador Lúcio Alcântara (PR) e que pede voto casado para ele e Tasso, ainda não conseguiu atrair para si parcela significativa dos votos dos dois e aparece com 3%. O mesmo percentual de Reginaldo Araújo (PSTU) - 3%. Pelo PCB, Benedito Oliveira tem 2%. Paulo Eduardo Teixeira (PV), o Polo, tem 1%.

Chama atenção, contudo, o percentual de eleitores que não definiu pelo menos um dos votos ou não tem candidato. Além dos 50% que disseram não saber em quem votar para o Senado, outros 19% afirmam votar em branco, nulo ou em nenhum candidato. Como são dois votos para o Senado, a soma dos percentuais totaliza 200%.

A pesquisa O POVO/Datafolha ouviu 912 eleitores de 40 municípios do Ceará, entre os dias 14 e 15 de julho. A margem de erro para o total da amostra é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com o número 35709/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 19264/2010.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Revista Época revela lista de políticos cearenses que mais enriqueceram


Candidatos cearenses estão na lista daqueles políticos que mais enriqueceram durante o exercício de um mandato. A informações estão na revista Época desta semana, que fez um levantamento baseado nas informações enviadas até a semana passada pelos mais de 20 mil candidatos inscritos para a eleição de outubro. Houve cruzamento de dados existentes nos sites Políticos do Brasil e Transparência Brasil.

Na lista dos 25 candidatos com maior aumento de patrimônio durante o mandato, estão os deputados federais Aníbal Gomes (PMDB) e Eudes Xavier (PT).

O candidato a deputado federal, Aníbal Gomes, é o sétimo político que mais enriqueceu. Em 2006 tinha patrimônio de R$ 238 mil. Hoje a fortuna está em R$ 6,8 milhões. Um crescimento médio anual de 206%.

O segundo cearense que mais cresceu seu patrimônio na política foi o também candidato a deputado federal, Eudes Xavier (PT). Ele declarou R$ 10 mil em 2006 e hoje acumula R$ 97 mil. É o 14º no ranking da revista, com crescimento médio anual de R$ 113%.

Outros cearenses aparecem na lista daqueles que mais enriqueceram em seus atuais mandatos, segundo um levantamento feito por ÉPOCA a partir do patrimônio declarado ao TSE.

O candidato ao senado, Eunício Oliveira (PMDB), aparece como sétimo na lista. Tinha R$ 25 milhões em 2006 e hoje a fortuna dele gira em torno dos R$ 36 milhões.

O deputado federal Zé Gerardo (PMDB) é o 15º da lista. Ele tinha R$ 2,5 milhões (2006) e passou para R$ 6,7 milhões.

Na mesma lista o nome de Aníbal Gomes aparece novamente, sendo o décimo colocado.

O texto da revista explica que, desde 2002, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) obriga os candidatos a apresentar uma lista com seus bens. E apesar de algumas falhas, essa declaração abre aos eleitores a chance de ter uma noção da situação financeira dos candidatos.

Para medir o enriquecimento, a pesquisa feita por ÉPOCA levou em conta os candidatos que exercem mandato desde 2006, no caso de governadores, senadores e deputados federais,ou desde 2002, para o caso de parte dos senadores.

Dos 499 candidatos examinados, 365 têm patrimônio maior neste ano do que tinham antes. O TSE ainda está alimentando a lista com dados de candidatos. Mas os números permitem dizer que a política enriquece.

Fonte: revista Época

Prefeitura de Acopiara e Caixa Econômica Federal assinam convênio para construção de 55 novas moradias


Em Acopiara, na manhã da última sexta-feira, 16 de julho, o prefeito Antônio Almeida Neto e o gerente da Caixa Econômica Federal-CEF, Gledson Clemente, estiveram no Núcleo de Cultura e Artes para assinarem juntos com os novos beneficiários, os contratos de financiamento para a construção de 55 moradias nos bairros Vila Esperança e Vila Moreiras.

Cerca de R$ 1 milhão de reais está envolvido nessa operação. Os terrenos foram doados pela prefeitura que também ficará responsável por obras de infraestrutura como saneamento e calçamento. Segundo informações do prefeito Antônio Almeida, já foi realizada licitação para a escolha da construtora e a empresa ganhadora da concorrência deverá iniciar os trabalhos de construção das casas populares imediatamente, ou seja, a partir da próxima semana.

Os beneficiários das novas unidades habitacionais foram selecionados pelo poder público municipal entre as famílias inscritas num cadastro habitacional, e foram priorizadas inicialmente as famílias de baixa renda e que moram em áreas de risco. Todas estas famílias além de apresentar a documentação comprobatória, receberam acompanhamento das assistentes sociais do município.

As unidades contemplam dormitório, sala, cozinha, área de serviço e banheiro e a previsão de conclusão das obras são de 6 meses.

O gerente da Caixa Econômica, senhor Gledson Clemente, afirmou em seu pronunciamento que o momento é de alegria e de alívio e representa um passo importante para a cidade de Acopiara.

“Acabou-se a espera e, portanto é um momento para ser comemorado. É necessária vontade política para fazer os projetos saírem do papel e serem postos em prática, a CEF reconhece que a problemática da moradia é um sério problema social que atinge milhões de pessoas em todo país e que precisa ser solucionado. Hoje no município, estamos realizando sonhos de diversas famílias que a partir de agora terão a segurança de um lar”, afirmou o gerente.

O prefeito Antônio Almeida, lembrou da luta da administração que durou cerca de 5 anos para trazer esta obra, que ele classificou como “a mais importante que uma prefeitura possa oferecer a população do município”.

“Estive muito angustiado todos estes anos por todas as dificuldades que passamos para finalizar todo processo e hoje estou muito feliz, acho que mais ou tanto quanto vocês, pois sei da importância de uma família poder ter um lugar para morar, um lar, porque isso significa cidadania e dignidade. Mas a nossa luta não pára, continuaremos buscando soluções para diminuir o déficit habitacional do município, e outros projetos para contemplar mais famílias acopiarenses com a casa própria estão em andamento e espero em breve com está reunido com todos os que esperam por suas habitações, num momento como este de tanta alegria”, pontou o prefeito.

Prestigiaram o evento todos os secretários municipais, assessores, representantes da construtora responsável pela construção das moradias, a Assistente Social Samantha Nóbrega, e ainda Dionísio Neto, assessor da prefeitura e responsável pelos projetos de habitação, além de populares, beneficiários e familiares.

Cid Gomes lidera isolado primeira pesquisa da corrida sucessória para o governo cearense


A primeira pesquisa realizada pelo Datafolha após a oficialização das candidaturas ao Governo do Ceará mostra o governador Cid Gomes (PSB) liderando a disputa com 47% das intenções de voto, vinte e um pontos à frente do ex-governador Lúcio Alcântara (PR), que atinge 26% das preferências.

Vêm a seguir o deputado estadual, Marcos Cals, do PSDB, com 7% das intenções de voto, e Gonzaga do PSTU, com 2%. Soraya Tupinambá, do PSOL, atinge 1%. Marcelo Silva (PV) e Nati (PCB) foram citados mas não atingiram 1% das menções. Os que votariam em branco ou anulariam o voto ao governo, caso a eleição fosse hoje, totalizam 4%. 13% dos entrevistados não souberam escolher nenhum dos nomes apresentados.

Foram ouvidos 912 eleitores do estado do Ceará, com 16 anos ou mais, nos dias 14 e 15 de julho de 2010. A margem de erro para o total da amostra é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

RESULTADOS DO DATAFOLHA

Intenção de voto para governador do Ceará
Resposta estimulada

Cid Gomes (PSB) – 47%

Lúcio Alcântara (PR) – 26%

Marcos Cals (PSDB) – 7%

Gonzaga (PSTU) – 2%

Soraia Tupinambá (Psol) – 1%

Em branco/Nulo/Nenhum – 4%

Não Sabe – 13%

Os candidatos Marcelo Silva (PV) e Nati (PCB) foram mencionados, mas não atingiram 1% das intenções.

Corpo a corpo tem sido a prioridade no Ceará


Candidatos ao Governo do Estado intensificaram a campanha eleitoral, no último fim de semana, procurando o contado direto com o eleitor. Locais de grande concentração de público, especialmente a Expocrato, no Município do Crato, foram os pontos preferidos da maioria dos candidatos.

Crato e Juazeiro do Norte, dentre outros municípios da Região do Cariri, receberam a visita da maioria dos candidatos ao Governo. Lúcio Alcântara (PR), Marcos Cals (PSDB), Marcelo Silva (PV) e Soraya Tupinambá (PSOL) estiveram no Cariri. O governador Cid Gomes levou sua comitiva sábado e domingo para Ipu, Ipueiras, Tamboril, Ararendá, Umari e Icó. A candidata do PCB, Maria da Natividade, permaneceu em Fortaleza.

O ex-governador Lúcio Alcântara definiu fazer a campanha no Interior de quarta-feira à tarde até sábado, permanecendo em Fortaleza aos domingos, segundas e terças-feiras. No último fim de semana ele esteve em Iracema, Brejo Santo, Jardim, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu e Tauá. Em Fortaleza, domingo de manhã assistiu missa na Igreja de Messejana e depois visitou a feira, onde cumprimentou populares, distribuiu material de propaganda e tirou fotos com alguns interessados.

Na avaliação do candidato as caminhadas que realiza para manter contato direto com o eleitor tem apresentado bons resultados porque é uma pessoa conhecida da população e isso, de certa forma, o favorece. Reconhece que nem todos votam nele, mas a receptividade é boa.

Recursos

No Interior, onde tem andado, também tem sido satisfatória a receptividade. Embora esteja fazendo uma campanha sem muitos recursos, acredita que haverá um segundo turno de votação para definir o governador e espera ser um dos participantes dessa disputa.

A visita à feira de Messejana foi discreta. Apenas um megafone anunciava a presença do candidato. Lúcio se apresentou acompanhado do candidato a vice, Cláudio Vale, da suplente de senador, Fernanda Pessoa, e alguns apoiadores como Guedes Neto (diretor do DNIT no Ceará), além de candidatos a deputado estadual.

O candidato ao Senado, Alexandre Pereira, acompanhou a comitiva no Interior, mas não participou da atividade de Messejana. O material de campanha distribuído constou de 2 modelos de cartaz (15X21cm) e um tipo "santinho".

Cariri

No cartaz com as fotos de Lúcio Alcântara, Cláudio Vele e Alexandre Pereira no verso consta um mini-currículo de cada uma e algumas propostas de Governo. No outro, as fotos de Lúcio e Cláudio aparecem ao lado de Dilma Rousseff e Lula. O candidato do PSDB, Marcos Cals, e sua comitiva, sábado e domingo estiveram em Aurora, Barro, Mauriti e Juazeiro do Norte, onde fez caminhada na feira. O candidato do PV, Marcelo Silva, sábado participou de atividades acompanhando a candidata do partido à presidência da República, Marina Silva, em Fortaleza e Crato. Ainda no sábado Marina Silva viajou com destino ao Piauí e no domingo Marcelo Silva visitou o Mercado Pirajá, de Juazeiro do Norte.

A comitiva do PSOL (Ousar Viver Outro Ceará), tendo à frente a candidata Soraya Tupinambá, iniciou sua visita ao Interior na quinta-feira, passando por Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Iguatu, Nova Olinda, Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato. Maria da Natividade, postulante ao Governo estadual pelo PCB ficou em Fortaleza. Sábado pela manhã visitou comerciários, no Centro da cidade, e domingo, no fim da tarde, participou de uma caminhada na Avenida Beira Mar.
DIÁRIO DO NORDESTE

Ex e atual governador têm maior rejeição


O ex-governador Lúcio Alcântara (PR) e o atual, Cid Gomes (PSB), aparecem tecnicamente empatados num índice que ninguém quer liderar: os números de rejeição. Enquanto 24% dos eleitores entrevistados pela pesquisa O POVO/Datafolha disseram que não votariam em Lúcio de jeito nenhum, os que descartaram qualquer chance de votar em Cid somaram 23%.

Entre os principais candidatos, a menor rejeição é a de Marcos Cals (PSDB) – 15% dos eleitores descartaram qualquer chance de votar nele. É o menor percentual obtido entre todos os candidatos, empatado com o de Marcelo Silva (PV).

Depois dos dois candidatos que têm passagem pelo Governo do Estado, a maior rejeição é de Francisco Gonzaga (PSTU), com 19%, seguido por Soraya Tupinambá (Psol) e Maria da Natividade (PCB), ambas com 17%.

Espontânea
Na pesquisa espontânea, ainda é expressivo o percentual de eleitores que não sabem em quem votar sem ter acesso a uma lista com o nome dos candidatos: 63%. A variação foi pequena desde a pesquisa Datafolha realizada em dezembro de 2009, quando havia 68% de indecisos.

Assim como na pesquisa estimulada, Cid também lidera na espontânea, com 18% das intenções de voto. O percentual também pouco se alterou desde a pesquisa de dezembro de 2009, quando ele tinha 15% na espontânea. Não é possível fazer comparação entre as duas pesquisas no caso da consulta estimulada, pois não havia lista com os mesmos candidatos que agora estão na disputa.

Nesta pesquisa espontânea, Lúcio Alcântara, que não havia pontuado em dezembro, alcança 8% das intenções de voto. Marcos Cals alcança 3%.