"QUEM SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER"

Vandré

Páginas

domingo, 28 de fevereiro de 2010




Tomou posse na comissão de Defesa do Consumidor, o advogado Robson Alves de Almeida Diniz.

A solenidade de posse realizou-se nesta quinta-feira dia 25/02/10, na sede da OAB-Ceará, na Av. Pontes Vieira, e contou com a presença do Dr. Paulo Iran Studart(Procurador do Estado e Conselheiro da OAB-CE), os advogados Dr. Gustavo Caçula, Dr. Will Almeida, do estudante do curso de Direito, Dr. Bruno Galvão Almeida e personalidades políticas e jurídicas do estado do Ceará.

Parabéns Dr. Robson Almeida Diniz pela investidura no cargo de um órgão colegiado de grande importância na defesa do consumidor em todo estado do Ceará.

Datafolha: Dilma dispara e encosta em Serra;diferença é de apenas 4 pontos



Pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo (28) do jornal Folha de S.Paulo, mostra que a pré-candidata do PT à Presidência, ministra Dilma Rousseff, cresceu cinco pontos nas pesquisas de intenção de voto de dezembro para janeiro, atingindo 28%. No mesmo período, a taxa de intenção de voto no governador de São Paulo, José Serra (PSDB), recuou de 37% para 32%. Com isso, a diferença entre os dois pré-candidatos recuou de 14 pontos para 4 pontos de dezembro para cá.
De acordo com a nova sondagem do Datafolha, o deputado federal Ciro Gomes, pré-candidato do PSB, tem 12% das intenções de voto; e a pré-candidata do PV, senadora Marina Silva, tem 8%. Na pesquisa anterior, Ciro aparecia com 13% e Marina já possuía 8%.
A margem de erro da pesquisa, que foi divulgada neste sábado (27), é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ela foi realizada entre os dias 24 e 25 de fevereiro. Foram ouvidas 2.623 pessoas com idades maiores de 16 anos. Destas, 9% disseram que vão votar branco, nulo ou em nenhum dos candidatos e 10% informaram que estão indecisos.
A sondagem confirma resultados de pesquisas de outros institutos, que já refletiam uma tendência de crescimento rápido da candidatura Dilma Rousseff e a queda do pré-candidato tucano.
Outros cenários
A pesquisa também apresentou um cenário sem a presença de Ciro Gomes. Nessa simulação, as intenções de voto em Serra ficam em 38% (ante 40% na pesquisa realizada entre 14 e 18 de dezembro); Dilma atinge 31% (ante 26% da pesquisa anterior); e Marina Silva fica com 10% (11% no levantamento de dezembro).
No cenário de um segundo turno, numa eventual disputa entre Serra e Dilma, o tucano aparece com 45% das intenções de voto e a petista com 41%. Ou seja, também em um eventual segunda etapa do pleito, Dilma encosta no tucano, apresentando uma diferença de apenas quatro pontos novamente. O levantamento realizado em dezembro apontava que, nessa situação, Serra teria 49% das intenções de voto e Dilma, 34%. Em outro cenário de segundo turno, Dilma vence com 48%, contra 26% de Aécio.
Aprovação recorde de Lula
A pesquisa avaliou também o índice de aprovação do presidente Lula. Na mostra, a aprovação ficou em 73% (de ótimo e bom). Na pesquisa de dezembro, este índice foi de 72%, o mais alto patamar de popularidade apurado pelo Datafolha.
Com agências

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ciro cogita convite para vice de Aécio


O pré-candidato do PSB aposta que Serra não será candidato e admite ser vice do tucano Aécio Neves

Pedro Alves
Especial para O POVO
pedroalves@opovo.com.br
27 Fev 2010 - 03h12min


O deputado federal Ciro Gomes (PSB), pré-candidato à Presidência da República, disse ontem acreditar na possibilidade de ser convidado para ser candidato a vice-presidente numa chapa encabeçada pelo governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). Isso, segundo Ciro, depende basicamente na tese que ele denominou de ``barata voa``: O ex-governador cearense acredita que José Serra (PSDB) desistirá da disputa presidencial para concorrer à reeleição ao Governo de São Paulo. A declaração foi feita durante entrevista ao programa Debates do Povo, na rádio O POVO/CBN. ``Nesse caso, o PSDB vai chamar o Aécio para ser candidato e, em algum momento, o Aécio vai me chamar para ser vice dele``, disse Ciro. Segundo o deputado, isso abriria ``20 possibilidades`` no cenário eleitoral. ``O PT, que hoje me pressiona para o Governo de São Paulo, iria querer que eu concorresse a Presidência, porque o Aécio vira favorito, com o apoio do Serra``. A princípio, Ciro afirmou que não aceitaria um convite para vice de Aécio e reafirmaria sua candidatura a presidente. Mas, minutos depois, ao tratar novamente do tema, Ciro admitiu a possibilidade. ``Se acontecer a tese -barata voa-, me chamem aqui de novo para conversar``. Ao ser perguntado, em seguida, se aceitaria ser vice de Aécio, nesse cenário, Ciro respondeu prontamente: ``Por que não?``, deixando em aberto uma possibilidade de aliança com o PSDB e, dessa forma, pressionando o PT para que aceite sua proposta de candidatura dupla na base do Governo. Nesse clima, Ciro também afirmou que, hoje, as políticas de grandes alianças do PT deram espaço para a corrupção no Governo. ``Essas alianças são um roçado de escândalos e eu já disse isso ao presidente Lula``. "Sou melhor que ela" Ciro voltou a criticar a decisão petista de lançar apenas Dilma Rousseff (PT), ministra da Casa Civil, para a Presidência. Segundo ele, fazer das eleições 2010 um ``debate plebiscitário e despolitizado`` configura-se um ``crime``. Ao falar da ministra, porém, Ciro elogiou. Mas sem deixar de fazer uma enfática ressalva: ``Ela é boa, mas eu sou melhor do que ela, até porque eu já participei de umas 20 eleições e ela, nenhuma``.

Lúcio acredita no crescimento do PR


A candidatura de Roberto Pessoa ao Governo do Estado está mantida, segundo lideranças do PR

O ex-governador Lúcio Alcântara, presidente estadual do PR, disse ontem, em entrevista coletiva, ao lado do prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa e de deputados federais e estaduais do seu partido, que permanece candidato a deputado federal e trabalhando pelo crescimento da agremiação nas eleições deste ano.

O prefeito Roberto Pessoa, por sua vez, confirma sua candidatura ao Governo do Estado dizendo que tem o apoio do PPS e torcendo para que o PSDB, no caso de não apoiar a sua candidatura ter o seu próprio candidato para permitir a realização de um segundo turno nas eleições deste ano no Ceará.

Lúcio Alcântara admite disputar um cargo majoritário, "eventualmente se surgirem novas circunstâncias e se o partido tiver condição de viabilizar novas alianças, nós podemos pensar nisso, porque as pesquisas me dão uma posição excelente", enfatizou ao responder indagações sobre se seria candidato ao Senado Federal, cargo que já ocupou antes de ser governador do Ceará, antes da eleição do governador Cid Gomes.

Lúcio se diz otimista quanto ao sucesso do partido na disputa por vagas na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados. Ele espera aumentar a representação na Assembleia e garantir o mesmo número de deputados federais.
DIÁRIO DO NORDESTE

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Prefeitura realiza obras de reforma e ampliação do Centro de Especialidades Médicas


A Prefeitura de Acopiara em parceria com o Governo do Estado está reformando e ampliando o antigo Centro de Nutrição de Acopiara em Vila Moreiras, para futura implantação do Centro de Especialidades Médicas.

O Centro irá atender toda população do município ofertando serviços médicos e laboratoriais nas especialidades de fisioterapia,gastroenterologia, mastologia, urologia, ginecologia, otorrinolaringologia, ultrassonagrafias, realização de exames laboratoriais, entre outras especialidades.

A obra está orçada em R$ 263.014,68 e logo deverá estar em funcionamento.

Este é mais um serviço prestado pela Administração Municipal para o benefício da saúde das famílias de Acopiara.

Iepro anuncia novas datas para inscrição e provas do Concurso de Acopiara


O IEPRO, instituto responsável pela realização do Concurso Público de Acopiara, divulgou novas informações sobre a prorrogação das inscrições e nova data de provas.

Agora as inscrições podem ser feitas até o dia 10 de março e a data da prova foi remarcada para o dia 11 de abril de 2010.

Os inscritos podem obter maiores informações pelo site: www.iepro.org.br

PT IRÁ PROPOR A CID GOMES TROCA DA VAGA DE VICE POR APOIO A PIMENTEL


O Partido dos Trabalhadores(PT) comunicará oficialmente ao governador Cid Gomes nos próximos dias que abdica da vaga de vice-governador se este for o preço político a ser pago pelo apoio a candidatura do ministro José Pimentel ao Senado Federal. A prefeita Luizianne Lins e o deputado federal José Guimarães já anteciparam ao deputado Eunício Oliveira no jantar ocorrido na noite de segunda em Fortaleza que o PT não abre mão da candidatura Pimentel a senador.

Decidido a bancar a candidatura de Pimentel ao Senado, o PT cearense contudo insistirá junto ao governador Cid Gomes para ceder as duas vagas em sua chapa para o partido. Se não houver consenso, caberia exclusivamente a Cid escolher seu vice e companheiro de chapa à reeleição. Quem mais resiste a abrir dessa vaga é a prefeita Luizianne Lins, mas mesmo ela estaria sendo convencida pelo diretório nacional e pelo presidente Lula que para o projeto político do PT e da presidência sob comando de Dilma Roussef o melhor é eleger Pimentel senador.

Fonte: Ceará Agora

Tucano fala de Dirceu e Petista cita Kassab


O deputado Fernando Hugo (PSDB) criticou ontem, durante pronunciamento na Assembleia, o caso da consultoria prestada pelo ex-chefe da Casa Civil da Presidência da República, José Dirceu, à empresa de Nelson Santos, Star Overseas, que comprou a R$ 1 real, em 2005, a empresa então falida, Eletronet. A crítica do tucano se estendeu também ao PT, recordando escândalos como o do mensalão que também envolve Dirceu.

Fernando Hugo denunciou o fato de o Governo Federal estar estudando a reativação da Telebrás e com isso incorporar à ela, a Eletronet que tem como ativo 16 mil quilômetros de fibras óticas. Com isso, as ações da empresa que em 2005 valiam apenas R$ 1 real passariam para R$ 200 milhões.

"Dilma Rousseff partiu na frente e disse que não tinha nada de ilícito na Telebrás. Agora é preciso saber quem abriu a boca para o José Dirceu para que Nelson Santos se tornasse milionário da noite para o dia. Estamos dizendo ao povo cearense que o Brasil nunca passou por uma exuberância de corrupção que está passando", destacou o tucano.

Para o parlamentar, mesmo com o escândalo do mensalão, José Dirceu ainda continua tendo influência no PT, pontuando que ele já atua como um coordenador da campanha da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. "Não me lembro de ter acontecido em oito anos de vida pública todo este cartel de ilicitudes, de coisas erradas, de atos bandídicos", pontuou.

Resposta

Sem tocar no caso da Telebrás, o deputado Dedé Teixeira (PT) fez uma defesa do seu partido e deixou claro ter orgulho da legenda. "Não será esse seu discurso avermelhado de emoção que tirará nosso orgulho, nem tirará o momento inédito que o Brasil vive por conta das nossas políticas", disse em relação à fala de Fernando Hugo.

O petista ressaltou vários pontos que considera positivo no Governo Lula, dentre eles, o fato de o Brasil estar sendo respeitado internacionalmente. Dedé disse não entender porque o tucano não comentou o caso de Brasília e o fato de o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), ter sido cassado por suposto recebimento de doações ilegais na campanha de 2008 .
DIÁRIO DO NORDESTE

Disputa por cargos da Executiva abre crise no PT


José Airton Cirilo acusa a nova presidente estadual do PT, a prefeita Luizianne Lins, de não cumprir acordo para que seu grupo mantivesse o controle das finanças do partido

Ana Cristina Teixeira
Especial para O POVO
anacristinateixeira@opovo.com.br
25 Fev 2010 - 01h53min

Uma disputa acirrada está sendo travada pelos cargos da Executiva estadual do PT do Ceará, expondo o início de uma crise interna que pode complicar o mandato da prefeita Luizianne Lins na presidência do partido. A disputa tem como um dos protagonistas o deputado federal José Airton Cirilo, que ontem disse ao O POVO que Luizianne está descumprindo um acordo estabelecido entre os dois para a ocupação de cargos na nova composição da Executiva, que será anunciada na próxima segunda-feira. Segundo José Airton, antes mesmo do Processo de Eleições Diretas (PED) acontecer, em novembro do ano passado, ele teve um encontro com a prefeita, no qual os dois acertaram que a corrente partidária comandada por ele, Movimento PT, poderia ``manter as posições na Executiva do partido``. Atualmente, a corrente possui dois dos 15 cargos da Executiva, e um deles é o de secretário de finanças, ocupado por José Reudson de Souza. José Airton afirmou que foi comunicado ontem por membros do partido ligados a Luizianne que o acordo não seria mantido. No lugar do cargo de secretário de finanças, teria sido oferecido ao Movimento PT o de secretário geral. ``Para nós, é uma quebra de acordo. É uma traição ao acordo que nós pactuamos``, disparou o deputado. Ele completou que a decisão causaria uma quebra na unidade partidária. ``Vai declarar uma guerra muito grande dentro do partido``, opinou. Presidente do PT de Fortaleza e um dos membros do partido à frente das negociações para compor a Executiva, Raimundo Ângelo negou que haja qualquer acordo. ``É impossível se definir como estaria posicionado cada grupo antes do resultado do PED``, rebateu. Segundo ele, havia apenas uma ``disposição política`` para que as correntes do partido que apoiaram a eleição de Luizianne fossem posicionadas em cargos ``qualificados`` (de maior responsabilidade). Ângelo também ressalta que a posição de secretário geral oferecida ao Movimento PT ``é um cargo muito importante``. Ele também reiterou que esse é um assunto que o diretório estadual ainda irá resolver. Ao ser informado pelo O POVO sobre a posição de Ângelo, José Airton retrucou, afirmando que o presidente municipal do PT ``não está sendo sincero``. Ele qualificou a declaração de Ângelo de ``uma grande inverdade da parte dele``, o que seria um modo de não cumprir o acordo. Ele também informou que irá reivindicar a posição de sua corrente durante o encontro do diretório e, caso não haja acordo, o Movimento PT irá retirar os nomes previamente indicados à executiva. ``Não vamos aceitar essa posição``. CARGOS NO PT - No último dia 10, foram empossados 55 membros do Diretório estadual do PT, e na próxima segunda, serão escolhidos os 15 membros da Executiva. - Pelas eleições internas do PT, sete vagas da Executiva ficam com o grupo de José Guimarães, três com o grupo de Luizianne e Pimentel, duas com o do vice-governador Francisco Pinheiro, duas com o de José Airton e uma com o de Ilário Marques.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Ciro admite que pode assumir "desafio" de disputar governo de SP


Em reunião nesta quarta-feira com representantes de nove partidos de São Paulo, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) reiterou sua disposição em ser candidato à Presidência da República nas eleições de outubro --mas admitiu a possibilidade de mudar de ideia caso o cenário nacional o leve para a disputa ao governo de SP.

Ciro disse que há um "cenário remoto" que permite a sua candidatura ao Palácio dos Bandeirantes, embora seu desejo seja concorrer ao Palácio do Planalto.

"O cenário de ter que ir para o governo de São Paulo é quase impossível, mas se o cenário nacional precisar desse desafio, eu não titubearia em ir. Quem alimentou a decisão de ser único, na política, deu com os burros n'água", afirmou.

Nos bastidores, Ciro é pressionado pelo Palácio do Planalto a abandonar a corrida presidencial porque parte do PT teme que a sua candidatura traga impactos negativos à ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) --pré-candidata petista à presidência da República.

Alguns petistas temem que Ciro chegue ao segundo turno na disputa com o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), caso o tucano consolide a sua candidatura.

Ciro disse que o seu desejo de disputar a Presidência da República "não depende" de conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas reconheceu que, se Serra não for candidato, o cenário nacional passará por mudanças que afetam diretamente a sua decisão.

"A vida recomenda certa prudência. Não deve ser nosso o primeiro lance. Há dúvidas se o governador de São Paulo será candidato a presidente. Na minha avaliação, não será. E isso muda o quadro", afirmou.

Ciro disse que não tem a "segurança" de que o projeto iniciado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja garantido apenas com a candidatura de Dilma como representante da base aliada governista. "Quantos por cento dos brasileiros estão informados de que a Dilma é a candidata do Lula? Por que um presidente que tem o apoio de mais de 80% da população, somente 27% declaram apoio a Dilma?", questionou.

O deputado disse que se considera "muito melhor candidato" do que todos os que demonstraram disposição em entrar na corrida presidencial, incluindo a pré-candidata petista. "A Dilma é extraordinária, mas não tem o histórico de 20 anos de eleição que eu tenho."

Apoio

O presidente do PT de São Paulo, Edinho Silva, disse que o bloco de nove partidos dispostos a apoiar a eventual candidatura de Ciro no Estado vão esperar a decisão do deputado. "Nunca tivemos em São Paulo um campo partidário como esse atual. Hoje, a liderança que mais unifica é a do Ciro Gomes", afirmou.

Silva reconheceu, porém, que a "leitura" de Ciro sobre o cenário político nacional é diferente da feita pelo PT --por isso o deputado insiste na candidatura à Presidência. "Ele acha que o Serra pode não ser candidato, que pode ser o [governador de Minas] Aécio [Neves]. O que para nós altera o cenário é quem será o candidato do PSDB ao governo de São Paulo", afirmou.

O grupo de nove partidos (PSB, PT, PDT, PC do B, PTC, PRB, PSC, PTN e PT do B) marcou uma nova reunião com Ciro em quinze dias. Eles voltam a se reunir no início de abril, quando termina o prazo para que os candidatos nas eleições de outubro deixem os cargos que ocupam no Executivo --como Dilma e Serra.

"Aí teremos um cenário mais definido para conversar. Para nós, o ideal era ter uma candidatura definida para que fôssemos construindo palanques para a Dilma em São Paulo. Mas temos clareza que o centro da tática eleitoral é a disputa pela Presidência", afirmou Silva.

Comissão Organizadora do Processo Simplificado para contratação de Agentes de Saúde do município de Acopiara divulga resultado da Seleção


Comissão Organizadora do Processo Simplificado para contratação de Agentes de Saúde divulga resultado da Seleção

A Comissão Organizadora do Processo Seletivo Simplificado para contratação de Agentes Comunitários de Saúde do Município de Acopiara torna público o resultado parcial do referido processo nos termos do Edital de N° 001/2009, confira lista dos aprovados abaixo:

Classificados:

Adriana Pinheiro Candido, Adriele Pessoa dos Santos, Alessandra Pessoa Lima, Ana Nedia do Vale Bezerra, Antonia Adailza Costa e Silva, Antonia Cediana Alves da Silva, Antonia Devanir Vieira Alves, Antonia Isolda da Silva, Antonia Sangela Pessoa de Lima Barros, Antonia Zulene Pinto, Auricelia Custódio Rodrigues, Cicera Aleixo de Carvalho de Oliveira, Clebiane Nunes Cabral, Eliezio Rodrigues da Silva, Elianne Teixeira de Araujo, Francisca Suzze Pereira Duarte, Francisca Eucimar Rocha, Francisca Adriele Pessoa dos Santos, Francisca Maruza Cavalcante, Francisca Valderlandia Vieira, Francisco Antonio Pereira, Gecivania Americo da Silva, Giane Pinheiro de Freitas, Gleivania Candida da Silva Oliveira, Irislandia Coelho de Oliveira, Joana Medeiros de Jesus, Juliana Veras de Oliveira, Laudene Pereira de Sousa Silva, Laura Ricarte Teixeira, Marcia Soares Pinho, Maria Anaeide de Lima, Maria Arnailda Gonçalves de Matos, Maria Betania da Silva, Maria Cleide Almeida, Maria Edileuda Batista, Maria Elizangela da Silva Santos, Maria Gerlane Rodrigues Leite, Maria Gomes Carlos, Maria Marly Araujo de Almeida, Maria Neuma Dias Barros, Maria Rodrigues de Andrade, Maria Rosineide da Silva, Mari a Suze Batista de Souza, Mayrla Sales, Midian Alves Moreira, Rafaela Lima de Paula, Renata Araujo do Nascimento, Rogério Gonçalves Bezerra, Suerya Sonny Batista da Silva, Suzze Pereira Duarte, Vanessa Leite de Lima.

Classificáveis: Anizia Guedes de Almeida Neto, Antonia Aglair Lacerda, Antonia Eldaianny de Souza Mendes, Antonia Gerlanea Azevedo Leite, Antonia Silvaneide Alves de Araujo, Ana Clebia Gomes Pereira, Avanir do Carmo Laurindo, Carlucia Gonçalves Leal, Cicera Irleide de Albuquerque, Cleidiania Alves de Alencar Pereira, Danielly de Oliveira Souza, Francisca Eliana Martins dos Santos, Francisca Marcela da Silva, Francisca Marleide Pascoal Aleixo, Josineide Alves de Oliveira Queiroz, Kilvia Rodrigues de Melo Guedes, Larisse Almeida de Medeiros, Laudenir Diogo de Oliveira, Luziene Alves de Souza, Madelinny Coelho Soares, Marciana Esmerino Vieira de Souza, Maria Evanice Pedroza Veras, Maria Glauciene da Silva Brito, Maria Iraide Lacerda, Maria José Diniz Martins, Maria Regina Rodrigues de Brito, Maria Silvana de Araujo Almeida, Maria Valnelia Ferreira dos Reis, Mayara Natecia da silva, Regina Gardenia de Almeida, Resilandia Leitão Lima de Araujo, Sandra Silva de Oliveira, Sonia Batista Honorato,Sulamita Costa Silva.

Cadastro Reserva: Adriano Ferreira Rodrigues, Aldenora Maria de Souza Oliveira, Ana Kelly Bezerra da Silva, Antonia Raqueline do Nascimento, Brenna Ruth Marques, Claudiana de Souza Marques, Emanuela Rodrigues do Nascimento, Francisca Leonara Rodrigues Teixeira, Francisca Marciana de Souza, Gerusa Batista da Silva, Inês de Aquino Rodrigues, Jordânia Maria Garcia de Sousa, Kelly Cristina de Almeida, Luiza Antonia Candido de Souza, Rodrigo Cardoso de Almeida.

Organizadora do Processo Seletivo. Isabel Pessoa de Carvalho

Vieira - Presidente da Comissão.

PT define cargos na segunda da Executiva Estadual


Os líderes de correntes estarão reunidos na próxima segunda, a partir das 17 horas, para formalizar as indicações

A presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, prefeita de Fortaleza Luizianne Lins, está convocando todas as lideranças de correntes internas da sigla para a definição dos cargos da Executiva Estadual petista. Na última segunda-feira, antes de conversar com o deputado federal Eunício Oliveira (PMDB) e o deputado José Guimarães (PT) sobre a sucessão estadual, Luizianne conversou com alguns petistas sobre a nova Executiva.

Na próxima segunda-feira, às 17 horas, os comandantes das correntes internas do PT estarão reunidos para oficializar a indicação dos novos membros. Embora a prefeita tenha sido empossada no último dia 11 de fevereiro, a formação do comando do partido, que passa pela votação que as chapas tiveram no Processo de Eleição direta (PED), ainda está passando por articulação entre os líderes.

Consensual

Para iniciar as definições, a prefeita Luizianne Lins conversou ontem, com o deputado federal José Guimarães, o mentor da corrente Democracia Radical, a que teve o maior número de votos e terá que indicar sete, dos 16 membros na executiva.

Em contato com o Diário do Nordeste, o parlamentar enfatizou que a formação do grupo deve ser consensual, assim como a eleição da prefeita Luizianne. "Nós trabalhamos para construirmos um consenso e este é o mesmo rumo da indicação dos membros", enfatizou.

Ele garantiu que, quanto aos cargos, ainda não há definição, pois ele e a prefeita ainda estão chamando os demais líderes de correntes para sondar sobre os interesses de cada um. "Já tivemos um contato com o Pinheiro [vice-governador]. A Luizianne conversou com o Ilário [Marques, ex-presidente, líder da corrente Articulação]. Está tudo caminhando. Na segunda-feira, queremos anunciar toda a composição", anunciou.

Embora a eleição petista deste ano tenha sido consensual, em favor da prefeita Luizianne Lins, a discussão para a formação dos componentes da Executiva não aconteceu com tanta facilidade. A ocupação dos cargos diretivos é sempre objeto de disputa entre as correntes e este ano não foi diferente.

"A lógica é nós formarmos um consenso. Agora, no PT, nada é fácil", disse o deputado José Guimarães para justificar a demora na indicação por parte dos líderes. A garantia que deu foi que, na segunda-feira, estará tudo às claras no partido.

Formação

De acordo com a votação de cada chapa no PED, dá para saber quantos cargos cada corrente terá a ocupar na Executiva. A discussão, porém, é relativa à importância do cargo que cada um vai ocupar dentro da Executiva.

Sabe-se que a corrente Democracia Radical, de Guimarães, ocupará sete vagas; a Democracia Socialista, da prefeita estará em três cargos; as correntes Tendência Marxista e Movimento PT, de Pinheiro e José Airton, terão 2 vagas cada um; e a corrente Articulação, de Ilário Marques, ficou com uma vaga.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

PDT discute papel do vereador


O papel do vereador do PDT: 2010 e 2012 é o tema do 3º Encontro Nacional de Vereadores, suplentes e lideranças do PDT, que será realizado entre de 22 a 24 de março, na Sede do partido, em Brasília.
Dividido em quatro painéis de discussões - Núcleos de Base e ULB nas eleições 2010; Como desenvolver uma atividade parlamentar mais eficaz; Recursos disponíveis no orçamento da União para os Municípios e PEC dos Vereadores: Como foi, como fica – o encontro contará com a participação do Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi; do senador Cristovam Buarque(DF), dos deputados federais Vieira da Cunha(RS)- presidente nacional do PDT-, Brizola Neto(RJ), Paulo Rubem Santiago(PE), Wilson Picler(PR) e Pompeo de Mattos(RS), entre outros.

Depois da solenidade de abertura do evento haverá coquetel de lançamento do Livro “Processo legislativo brasileiro”, de Jorge Bernardi, ex-vereador e suplente de senador do Paraná. Ao final do encontro está prevista sessão plenária para discutir e votar propostas, e moções e eleição do Movimento Nacional de Vereadores do PDT.

Confira a programação:

III ENCONTRO NACIONAL DE VEREADORES, SUPLENTES E LIDERANÇAS DO PDT “O papel do vereador do PDT: 2010 e 2012”
22 a 24 de março de 2010 • Brasília – DF

Sede do PDT – SAFS Q 02 Setor Administração Sul, lote 03
(Atrás do Anexo do Itamarary ‘Bolo de Noiva’ e atrás do Anexo IV da Câmara dos Deputados)

Dia 22/03 • Segunda-feira


14h Credenciamento e entrega de material

18h30 Abertura Solene: deputados, senadores e ministro do trabalho Carlos Lupi

19h Coquetel e Lançamento do livro “O processo legislativo brasileiro” de Jorge Bernardi, ex-vereador e suplente de senador do Paraná.

Dia 23/03 • Terça-Feira

09h I Painel: Núcleos de Base e ULB nas eleições 2010

MANOEL DIAS – secretario geral da direção nacional do PDT

LUIZINHO MARTINS – presidente nacional da Juventude Socialista do PDT

10h30 Intervenções

11h30 Palestra “O Processo Legislativo Municipal”

JORGE BERNARDI - ex-vereador e suplente de senador do Paraná.

12h30 Almoço

14h II Painel: Como desenvolver uma atividade parlamentar mais eficaz

CRISTOVAM BUARQUE – senador (PDT/DF)

VIEIRA DA CUNHA – deputado federal (PDT/RS), presidente nacional em exercício
do PDT e ex-vereador de Porto Alegre/RS

BRIZOLA NETO – deputado federal (PDT/RJ) e ex-vereador do Rio de janeiro/RJ.

15h30 Intervenções

16h30 III Painel: Recursos disponíveis no orçamento da União para os Municípios

PAULO RUBEM SANTIAGO – deputado federal (PDT/PE)

SÉRGIO MIRANDA – ex-deputado federal (PDT/MG)

18h Intervenções

20h Jantar por Adesão

Dia 24/03 • Quarta-feira

09h IV Painel: PEC dos Vereadores: Como foi, como fica.

POMPEO DE MATTOS – deputado federal (PDT/RS) e ex-vereador de Santo Augusto/RS

WILSON PICLER – deputado federal (PDT/PR)

ROGÉRIO RODRIGUES DA SILVA – presidente da ABRACAM, presidente do PDT de Coromandel/MG e ex-vereador.

10h30 Eleições 2010

11h30 Intervenções

12h Plenária para discussão e votação de propostas e moções e eleição do Movimento Nacional de Vereadores do PDT

13h30 Encerramento

SERRA FAZ ALIANÇA COM PSB EM 9 ESTADOS E ABRE PORTA PARA ACORDO CID-TASSO


Uma reviravolta na política de aliança do PSDB. O provável candidato tucano governador José Serra ao Planalto deflagrou uma operação para construir acordos eleitorais com o PSB do governador Cid Gomes e do deputado federal em nove estados brasileiros: Piauí, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Maranhão, Sergipe, Paraná, Amazonas, Paraíba e Mato Grosso. Esse movimento de Serra retirando candidatos do PSDB para fortalecer candidaturas do PSB aos governos estaduais e também a nomes socialistas na corrida ao Senado impressionou o PT e principalmente o presidente Lula. Serra agiu com sabedoria e em silêncio. O próprio secretário geral do PSB, senador Renato Casagrande, que pode ser apoiado pelos tucanos na corrida ao Governo do Espírito Santo reconheceu que há uma ação de proximidade entre PSDB e PSB em todo o País.Essa aliança eleitoral do PSDB com o PSB que está sendo viabilizada pelo governador e pré-candidato tucano à presidência, José Serra, tem um efeito imediato na disputa eleitoral cearense. Serra não diz publicamente mas aceitaria que o senador Tasso Jereissati fechasse um acordo com o PSB do Ceará para apoiar a candidatura à reeleição do governador Cid Gomes tendo em troca apenas o direito de subir no palanque do próprio Cid além de endossar a candidatura à reeleição do próprio Tasso ao Senado. Leia mais sobre esse assunto em matéria de www.oglobo.com.br

Presidente Domingos Filho recebe pedido de emancipação da Localidade de Trussu em Acopiara.


Uma Comissão de representantes do distrito de Trussu, reuniu-se hoje com o Deputado Domingos Filho solicitando a emancipação do distrito, com a fusão do distrito de São Paulinho também em Acopiara. Com trussu passa a 39 o número de distritos que requerem a sua emancipação.

Juíza regulamenta horário de fechamento de bares no município de Catarina

O horário de fechamento de bares, restaurantes, boates e comércios afins ganhou novos critérios no município de Catarina, a 398km de Fortaleza. O funcionamento desses estabelecimentos está regulamentado na Portaria Nº 02/2010, assinada pela juíza substituta Ana Celina Monte Studart Gurgel, titular da Comarca de Catarina.A Portaria estabelece três horários diferentes para o fechamento de bares, restaurantes, boates e comércios afins em Catarina. De segunda a quinta-feira, esses estabelecimentos devem cerrar as portas às 23h. Nas noites de sexta-feira e sábado, o limite de funcionamento vai até 1h da madrugada seguinte. Na noite de domingo, a tolerância se encerra à 0h.Quando houver festejos específicos no município, o caso é tratado como exceção e não é estabelecido horário para o fechamento dos bares, boates e afins. A Portaria foi assinada no último dia 20 de janeiro, considerando a "necessidade de garantir a tranquilidade e a ordem pública local.Outro argumento utilizado pela juíza para estabelecer a Portaria é o artigo Nº 42 do Decreto-Lei Nº 3.688, de 1941, a chamada Lei das Contravenções Penais. O texto legal tipifica como contravenção penal a perturbação do sossego alheio.O que diz a Lei:Art. 42. Perturbar alguém, o trabalho ou o sossego alheios: I – com gritaria ou algazarra; II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais; III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos; IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda: Pena – prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis.TJ-CE

Carlomano diz que presidente Lula é a maior liderança do mundo


O deputado Carlomano Marques (PMDB) ressaltou, na manhã desta terça-feira (23/02), na Assembleia Legislativa, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva é, hoje, a maior liderança mundial. Segundo o parlamentar peemedebista, o presidente Lula “está assombrando o mundo pela sua competência e vários jornais do mundo já noticiaram isso”.Carlomano lembrou que entre as publicações que reverenciaram o presidente Lula estão os jornais El País, Le Monde e o Financial Times. “Para se ter uma ideia, o Financial Times, que é um veículo com alta responsabilidade do ponto de vista econômico e histórico, escolheu Lula entre os 50 nomes da década, ao lado de Barack Obama e de Tony Blair”, disse.“Não sou eu quem está gritando que Lula é uma liderança mundial, mas toda a Europa, o Reino Unido e a América do Norte”, afirmou Carlomano, acrescentando que “é com prazer, não com dor de cotovelo, que afirmamos que Lula é uma referência de líder mundial”.O deputado criticou alguns políticos, sobretudo os do DEM, que não veem essa ascensão de Lula como algo positivo. Ainda conforme ele, há aqueles que antes eram oposição e agora admitem o sucesso do governo de Lula. “Vou citar o ex-ministro das Comunicações, Luis Carlos Mendonça Barros, do governo de FHC, que vendeu nossas estatais a preço de banana e quase quebrou o Brasil. Agora, ele diz que o Brasil terá, em 2010, o maior crescimento econômico de sua história”, observou. Segundo Carlomano, o Brasil crescerá, em média, 5,2% neste ano. “O consenso do mercado aponta para um crescimento de 5,1%”, citou. O líder do bloco PT-PMDB-PSB, deputado Welington Landim (PSB) disse que “todos os países do mundo têm orgulho quando seu país cresce, se desenvolve e aparece como uma potência”. Ao contrário disso, segundo ele, no Brasil ocorre uma coisa lamentável: muitos acabam torcendo para que o Governo não alcance seus objetivos. “Com isso, a população não pode ser atendida como necessita”, comentou.Mesmo assim, de acordo com Welington, o Governo Lula tem sido reverenciado pelo mundo e conseguiu fazer com que o Brasil se tornasse um País emergente. Ele lembrou que no Governo de Lula, “19 milhões de pessoas saíram do estado de miséria absoluta e 32 milhões melhoraram sua faixa financeira”.Marques ainda lembrou que o Governo Lula descentralizou os investimentos, impulsionando o crescimento do País. “Basta lembrar que o atual presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Roberto Smith, tirou o BNB das mãos de uma curriola que, há uma década, pegava dinheiro emprestado do banco e não devolvia. Também não existia uma política social. Hoje, o banco prevê investir, em 2010, R$ 28 bilhões em 600 mil pequenas e médias empresas”, completou. EU/CG

Domingos Filho diz que não faltará verba para realização de plebiscitos


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Domingos Filho (PMDB), afirmou, na manhã desta terça-feira (23/02), que não faltará verba para a realização dos plebiscitos das emancipações. As declarações foram feitas para tranquilizar o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador José Gerardo de Pontes Brígido. Na edição de hoje do jornal O Povo, o jurista disse que não há previsão de realização de consultas populares no Orçamento 2010 do órgão, podendo comprometer a realização de plebiscitos.De acordo com o peemedebista, tudo será feito em conjunto com as eleições gerais deste ano, previstas para 03 de outubro. A data foi pensada para aproveitar a estrutura que será montada para os eleitores votarem em seus deputados estaduais e federais, governador, senadores e presidente. “Quando a nossa lei estabelece isso, é exatamente para diminuir a questão das despesas. Mas é claro que também se permite que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) possa suplementar, caso haja qualquer gasto eventual”, pontuou.Domingos Filho ressaltou que apesar da ponderação quanto a possíveis pendências financeiras, o presidente do TRE colocou-se a favor da emancipação de distritos. O deputado classificou as colocações do desembargador como “justas”. “E vamos buscar resolver. Mas, se é junto com as eleições, as despesas com locomoção, com as urnas e com a distribuição de mesários estão prontas. Então acho que é uma coisa fácil de se solucionar”, assinalou.IDA A BRASÍLIAO parlamentar informou que vai a Brasília na próxima semana para discutir com a Procuradoria-Geral da República (PGR) o pedido de representação impetrado pelo deputado Heitor Férrer (PDT) contra o projeto que permite a criação de novos municípios no Ceará. Segundo Domingos Filho, a ideia é expor à PGR o conjunto de pareceres favoráveis de vários tribunais sobre a constitucionalidade da proposta.Ele esclareceu que, por ora, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (adin) não foi promovida ainda. O que houve foi apenas uma provocação feita por Heitor Férrer através de uma representação. “Evidente que vamos buscar sensibilizar a Procuradoria”, acrescentou.SEM REBAIXAMENTOPor fim, o parlamentar rebateu as especulações de que os 14 municípios cearenses que não se enquadram na nova lei de criação de municípios correm o risco de voltarem à condição de distritos. “Evidentemente que não teremos rebaixamentos. Só queremos mostrar que, para a formação de novas localidades, teremos o maior zelo possível”, sublinhou.BC/AF

TRE não tem verba para plebiscitos


O presidente do TRE-CE, desembargador Gerardo Brígido, afirma que não há verba para gastar com plebiscitos. A lei aprovada pelos deputados, porém, prevê que o custo com plebiscitos serão da Justiça Eleitoral

Pedro Alves
Especial para O POVO
pedroalves@opovo.com.br
23 Fev 2010 - 01h58min


Apesar dos elogios à lei estadual que dá aos parlamentares cearenses a prerrogativa de criar novos municípios no Estado, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), desembargador Luiz de Pontes Gerardo Brígido, afirma que há um item ``furado`` na lei - através do qual, segundo ele, o texto poderá vir a ser alvo de novos questionamentos.

O desembargador está inquieto por conta do trecho na lei que determina que a despesa com a realização de plebiscitos nos municípios - necessários nos trâmites de emancipação - seja de responsabilidade da Justiça Eleitoral. ``Eu acho que essa lei foi muito acertada e muito bem construída, mas nela há um ponto furado, porque determina que nós vamos pagar a conta desses plebiscitos. Não existe, porém, verba disponível para isso no orçamento do TRE para 2010, como você pode ver``, disse o desembargador, mostrando o orçamento ao O POVO, durante entrevista na última sexta-feira.

No entendimentos do presidente do TRE, caberia ao Governo do Estado arcar com as despesas, já que a lei é de autoria da Assembleia Legislativa. ``O Estado não pode gerar despesas para a gente``. No parágrafo único do artigo 9º da lei aprovada em dezembro está escrito que ``caberá à Justiça Eleitoral prover as despesas com a realização das consultas plebiscitárias``.

Além disso, o desembargador afirma que é necessário, também, realizar uma análise técnica para saber se é viável - ou não - a realização de plebiscitos nos municípios no mesmo dia das eleições, como pretende Domingos Filho. Segundo Brígido, é o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quen avaliará essa possibilidade.

Custo mínimo
O autor da lei estadual, deputado Domingos Filho (PMDB), afirmou ontem que os custos com a realização dos plebiscitos serão mínimos, já que as consultas populares ocorrerão - de forma preferencial, conforme o texto da lei - no mesmo dia das eleições gerais, previstas para o dia 03 de outubro. ``Nós prevemos a realização dos plebiscitos no mesmo dia das eleições exatamente para aproveitar a estrutura que é colocada para a votação dos candidatos. O único custo será o da programação das urnas, que precisarão ter apenas mais um item a ser votado``, argumentou Domingos Filho, reconhecendo haver necessidade de gastos.

Esse custo, conforme o deputado, poderá ser coberto através de crédito especial, retirado do Orçamento do Estado. ``O TRE do Ceará poderá solicitar a abertura de um crédito especial, pois, certamente, será um custo baixo``, avaliou Domingos Filho.

A Assembleia Legislativa já protocolou 33 pedidos de emancipação de distritos. O chefe da Comissão de Emancipação de Municípios, Luiz Carlos Mourão Maria - que ontem preferiu não falar sobre o custeio dos plebiscitos - informou que hoje deverão ser protocolados novas solicitações de localidades para que as consultas aconteçam.


ENTENDA O CASO

>02/12/2009: A Assembleia Legislativa do Ceará aprova o projeto de lei complementar - de autoria do presidente Domingos Filho (PMDB) - que regulamenta a criação de novos municípios no estado e dá ao parlamentares cearenses a prorrogativa de aprovar ou rejeitar os pedidos de emancipação vindos de distritos. Heitor Férrer (PDT) e Agostinho Moreira (PV) votam contra.

>04/02/2010: O deputado estadual Heitor Férrer comunica na Assembleia ter protocolado no Ministério Público Federal (MPF) o pedido de abertura de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra a lei. O argumento do deputado é que a lei estadual não pode ser aplicada pois dependeria de uma lei complementar federal, prevista na Constituição brasileira mas ainda não produzida pelo Congresso Nacional.

>ONTEM: Assembleia Legislativa já registra 33 pedidos de emancipação de municípios. Mais pedidos devem ser protocolados hoje.
O POVO

OAB apoia projeto contra “ficha suja”


A Ordem, no entanto, entende que os políticos condenados em segunda instância não devem ser candidatos

Brasília. O presidente OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, afirmou ontem que apoia o projeto de lei que impede os candidatos com "ficha suja" na Justiça. No entanto, para ele, só devem ser impedidos os candidatos que foram condenados na segunda instância por um colegiado de juízes.

Pela atual legislação, a candidatura só é proibida para os políticos que foram condenados em última instância, sem possibilidade de recurso.

"É preciso que aquele que busca a eleição para um cargo público tenha reputação ilibada e idoneidade moral para postular o mandato", afirmou o presidente da OAB.

Primeira instância

O projeto de iniciativa popular recebeu mais de 1,5 milhão de assinaturas e tramita no Congresso desde outubro de 2009. O texto prevê que condenados em primeira ou única instância por crimes graves não possam disputar eleições. Apelidado de "ficha limpa", o projeto está sob análise de um grupo de trabalho na Câmara.

A expectativa é que até o dia 17 de março esse grupo apresente uma nova proposta negociada entre as entidades que pressionam por sua aprovação e os parlamentares.

A proposta ganhou força depois do surgimento, em novembro passado, do escândalo envolvendo o governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), que está preso na Polícia Federal.
DIÁRIO DO NORDESTE

Deputado estadual Edson Silva se mantém no cargo


O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), por cinco votos a um, na noite de ontem, considerou improcedente o pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) em cassar o mandato do deputado estadual Edson Silva por este ter se transferido do DEM para o PSB em desconformidade às normas estipuladas pela Resolução 22.610/07 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que regulamenta as normas de fidelidade partidária.

O julgamento do processo do parlamentar teve início na sessão do dia 10 deste mês, antes do Carnaval. O relator do mesmo, o juiz Jorge Luiz Girão, apresentou voto pela cassação não aceitando o argumento da defesa do deputado de que este sofria perseguição política no partido em que foi eleito o Democratas (DEM, ex-PFL).

Naquela sessão a desembargadora Edite Bringel e o juiz Francisco Luciano Rodrigues apresentaram voto divergente ao relator, sendo a sessão suspensa posteriormente por um pedido de vistas do juiz Cid Marconi, que, na sessão de ontem, acompanhou os demais colegas e votou pela improcedência da representação do MPE.

PMDB do CE defende a candidatura de Ciro


Para o deputado Eunício Oliveira, Ciro Gomes ajuda a base aliada sendo candidato à presidência da República

O deputado federal Eunício Oliveira (PMDB) disse, em entrevista, que os palanques regionais do PMDB serão discutidos também com o PT e o presidente Lula. Como no Ceará o partido tende apoiar a candidatura de Ciro Gomes (PSB) à Presidência, caso esta se confirme, o PMDB também discutirá com o PT esta possibilidade, mas Eunício assegura: todos fazem parte do mesmo projeto.

Ainda sem querer dar certeza com relação ao futuro político, o parlamentar cearense reiterou o seu empenho pessoal e a sua torcida para que Ciro seja candidato a Presidente da República, assim como quer também o governador Cid Gomes. "Não há divergência alguma", insistiu o deputado, para deixar claro o clima de coesão entre PMDB, PT e PSB.

"O Ciro tem repetido que continuará neste campo de atuação (ao lado de Lula). Ele utiliza a sua candidatura como um mecanismo de avanço neste campo", destacou. O peemedebista cearense disse que o seu entendimento, assim como o do governador Cid Gomes, é de que uma candidatura de Ciro faria bem à base aliada de Lula. "A posição da candidatura de Ciro não atrapalha. Ajuda. Porque se houver um segundo turno, nós teremos com quem nos juntar", disse.

Com relação à possibilidade de formação dos palanques regionais nos estados, e que fatalmente a situação do PMDB no Ceará terá que ser levada à executiva nacional da legenda, caso Ciro seja mesmo candidato a presidente, Eunício informou que há um grupo formado entre as executivas nacionais do PT e do PMDB que se reúne às quartas-feiras para tratar justamente desses assuntos e que essa possibilidade também será avaliada por este grupo.
DIÁRIO DO NORDESTE

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Kassab entra com recurso no TRE e garante permanência no cargo


O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Rezende Silveira, decidiu na tarde desta segunda-feira (22) garantir a permanência do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), no cargo até o julgamento final do processo de cassação de seu mandato. Silveira é o mesmo juiz que determinou na última quinta-feira (18) a cassação do mandato de Kassab, acusado pelo Ministério Público de receber doações irregulares. O efeito suspensivo é automático assim que o político cassado entra com recurso. O advogado de Kassab, Ricardo Penteado, protocolou o documento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na tarde desta segunda-feira.

Kassab durante evento na manhã desta segunda na Zona Leste de SP (Foto: Sérgio Castro/AE)

globo.com

STF julga habeas corpus de Arruda dia 25


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello já concluiu o relatório sobre o pedido de habeas corpus do governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM, agora sem partido). Ele passou a sexta-feira passada (20) debruçado sobre o processo.

Segundo o STF, Marco Aurélio decidiu encaminhar ao plenário da Corte o julgamento de mérito do pedido. O Supremo marcou, então, para quinta-feira (25) a análise da ação. O relator já havia negado o pedido de liminar para soltura de Arruda, preso na Polícia Federal em Brasília desde o dia 11.

Arruda, suposto chefe de um esquema de corrupção entre empresas prestadoras de serviço ao Governo do Distrito Federal (GDF), secretários de Estado e deputados distritais da base do governo, está preso por tentar atrapalhar as investigações sobre os supostos crimes. A Polícia Federal gravou tentativa de suborno de uma testemunha no inquérito que investiga o esquema.

Na sexta-feira (19), a Procuradoria-Geral da República deu parecer contrário ao pedido de habeas corpus. Para a vice-procuradora Deborah Duprat, que assina o parecer, a prisão é necessária para garantir a manutenção da ordem pública e o curso da investigação.

A PGR também apresentou nova denúncia contra Arruda, acusando-o de forjar pagamentos e recibos, e inserir informações falsas em documentos entregues à Justiça.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello já concluiu o relatório sobre o pedido de habeas corpus do governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto. O Supremo marcou, então, para quinta-feira a análise da ação

Fonte: AGÊNCIA BRASIL.gov.br

Concurso Público de Acopiara tem nova data para realização


O IEPRO, instituto responsável pela realização do Concurso Público de Acopiara, divulgou nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, novas informações sobre a prorrogação das inscrições e nova data de provas.

Agora as inscrições podem ser feitas até o dia 15 de março e a data da prova foi remarcada para o dia 18 de abril de 2010.

Os inscritos podem obter maiores informações pelo site: www.iepro.org.br

Ibope mostra crescimento de Dilma e queda de Serra



Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (18) mostra o crescimento da pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. Ela tem 25% das intenções de voto, oito pontos percentuais a mais do que tinha em dezembro do ano passado. O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), caiu dois pontos percentuais e agora tem 36% das intenções de voto.
O crescimento da ministra Dilma, segundo o deputado José Guimarães (PT-CE), tende a se confirmar cada vez mais, à medida que se aproximarem as eleições. “A ministra Dilma cresce por três importantes aspectos: o apoio do presidente Lula, o sucesso do nosso governo e por pertencer ao Partido dos Trabalhadores. Esses três aspectos, dão musculatura, substância e faz com que a candidatura atinja níveis tão bons”, afirmou Guimarães.
Pesquisa - Em terceiro lugar está o deputado federal Ciro Gomes (PSB) com 11%, seguido da senadora Marina Silva (PV) com 8%. O porcentual de votos brancos e nulos somou 11% e dos que disseram não saber em quem vai votar atingiu 9%.
A pesquisa Ibope também avaliou o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para 47% dos entrevistados, a administração de Lula é boa, para 29% é ótima, para 19% é regular, para 3% é péssima e para 2% é ruim.
A mostra indagou ainda o que os eleitores gostariam que o próximo presidente fizesse. Do total de entrevistados, 34% querem a total continuidade do atual governo, 29% querem pequenas mudanças com continuidade, 25% querem a manutenção de apenas alguns programas com muitas mudanças e 10% querem a mudança total do governo do País. Para 78% dos entrevistados, o presidente Lula é confiável, enquanto apenas 18% disseram não confiar no presidente.
A pesquisa foi realizada com 2.002 eleitores em 144 municípios de todo o Brasil. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.
Assessoria de Comunicação Social com Agências

José Guimarães confirmado no novo Diretório Nacional do PT



O deputado José Guimarães (PT-CE), coordenador da bancada cearense no Congresso Nacional, integra a nova composição do diretório Nacional do PT, empossado no último final de semana, durante o IV Congresso do partido. O parlamentar é ainda vice-líder da bancada petista na Câmara dos Deputados. Edição de hoje do jornal Diário do Nordeste traz matéria sobre os cearenses que integram o DN. Leia abaixo.
CONGRESSO DO PT Petistas cearenses no diretório
Não houve muitas mudanças na participação cearense no Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) que foi empossado na noite da última sexta-feira. O grupo petista do Estado passou de quatro para cinco representantes dos 81 da direção nacional da legenda.
Os membros do Diretório terão direito a voto na Convenção Nacional, junto com os delegados estaduais, que homologarão o nome da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, como candidata do PT a presidente da República, assim como a coligação a ser construída e do postulante a vice-presidente da chapa da petista, um provável membro do PMDB, em junho.
Continuam na direção nacional do partido a prefeita de Fortaleza e atual presidente do PT no Ceará, Luizianne Lins, e o deputado federal José Guimarães. Estes, hoje, junto com o ministro da Previdência Social, o deputado federal licenciado José Pimentel, são os representantes de maior influência política no partido no Estado. Guimarães é da corrente Democracia Radical, grupo ligado ao presidente nacional eleito do partido, José Eduardo Dutra. Luizianne é da Democracia Socialista, que, nacionalmente, é comandada pelo ex-ministro da Justiça, Tarso Genro. Já Pimentel é da corrente Articulação, que também apoiou a eleição de Dutra ao comando nacional do PT.
Substituição
Já a deputada Rachel Marques saiu do Diretório e cedeu o posto para seu marido, o ex-prefeito de Quixadá e ex-presidente do PT, Ilário Marques. Este foi coordenador geral da campanha de reeleição de Lula no Ceará, em 2006. O grupo de Guimarães (Democracia Radical) ganhou mais um representante, a também ex-presidente da agremiação, Sônia Braga. Do grupo Movimento-PT, corrente liderada pelo deputado federal José Airton Cirilo no Ceará, o indicado foi Reudson de Souza.
O deputado José Guimarães destacou a unidade do partido em torno da candidatura da ministra Dilma Rousseff e definindo como a grande missão dos militantes petistas em todos os estados brasileiros.Fonte: Diário do Nordeste
Veja quem são os integrantes do novo Diretório Nacional do PTMEMBROS DN 2010/2014
JOSÉ EDUARDO DE BARROS DUTRA – PRESIDENTE-SEADILSON PIRES-RJALBERTO LOPES CANTALICE-RJALEXANDRE LUIS CÉSAR-MTANA JÚLIA DE VASCONCELOS CAREPA-PAANDRÉ LUIZ VARGAS ILÁRIO -PRARLETE AVELAR SAMPAIO-DFBENEDITA SOUZA DA SILVA SAMPAIO-RJCARLOS HENRIQUE ÁRABE-SPCARLOS MAGNO RIBEIRO DA COSTA-MGDELCIDIO DO AMARAL GOMES-MSDEVANIR RIBEIRO-SPESTELA ALEXANDRE ALMAGRO-SPESTILAC MARTINS RODRIGUES XAVIER-RSFABIANO PEREIRA-RSFRANCISCO JOSÉ CAMPOS RODRIGUES-SPGERALDO MAGELA PEREIRA-DFGIVALDO VIEIRA SILVA-ESGLEBER NAIME DE PAULA MACHADO-MGGLEISI HELENA HOFFMANN-PRHUMBERTO SÉRGIO COSTA LIMA-PEIRINY NICOLAU CORRES LOPES-ESJILMAR AGUSTINHO TATTO-SPJOÃO CONSTATINO PAVANI MOTTA -RSJOÃO PAULO CUNHA-SPJOÃO PAULO LIMA E SILVA-PEJOÃO VACCARI NETO-SPJORGE LUIZ CABRAL COELHO-SPJORGE RICARDO BITTAR-RJJOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA-SPJOSÉ EDUARDO MARTINS CARDOZO-SPJOSÉ FRITSCH-SCJOSÉ GENOINO NETO-SPJOSÉ ILÁRIO GONÇALVES MARQUES -CEJOSÉ MENTOR GUILHERME DE MELLO NETTO-SPJOSÉ NOBRE GUIMARÃES -CEJOSÉ REUDSON DE SOUZA -CELUIZ ALBUQUERQUE COUTO -PBLUIZ SOARES DULCI -MGLUIZIANNE DE OLIVEIRA LINS-CEMARCEL MARTINS FRISON-RSMÁRCIO COSTA MACÊDO-SEMARCO ANTONIO PEREIRA DE OLIVEIRA-PAMARCO AURÉLIO DE ALMEIDA GARCIA-SPMARIA APARECIDA DE JESUS -MGMARIA BERNADETE DA SILVA ACCARINO-RJMARIA DA GLORIA RIBEIRO DA SILVA-RJMARIA DALVA DE SOUZA FIGUEIREDO-APMARIA DE FÁTIMA BEZERRA-RNMARIA DE FÁTIMA NUNES DO CARMO-BAMARIA DO CARMO LARA PERPÉTUO-MGMARIA DO ROSARIO NUNES-RSMARIA EUNICE DIAS WOLF-RSMARIA MARINETE MERSS-SCMARIA REGINA SOUSA-PIMARIA TEREZA LEITÃO DE MELO-PEMARIENE PANTOJA DE LIMA-AMMARKUS SOKOL-SPMARTA TEREZA SUPLICY -SPMAURO RUBEM DE MENEZES JONAS-GOMOEMA GRAMACHO-BAMÔNICA VALENTE-SPOLAVO NOLETO ALVES-GOOSVALDO DIAS-SPPATRUS ANANIAS DE SOUSA-MGPAULO FRATESCHI-SPRAUL JORGE ANGLADA PONT-RSRENATA ALVAREZ ROSSI-BARENATO SIMÕES-SPRICARDO JOSÉ RIBEIRO BERZOINI -SPROMÊNIO PEREIRA-MGRUI GOETHE DA COSTA FALCÃO-SPSEBASTIÃO SIBÁ MACHADO OLIVEIRA-ACSERGE GOULART-SCSÔNIA SOUZA DO NASCIMENTO BRAGA-CETARSO FERNANDO HERZ GENRO-RSVALTER VENTURA DA ROCHA POMAR-SPVANDER LUIZ DOS SANTOS LOUBET-MSVILSON AUGUSTO DE OLIVEIRA-SPVIRGILIO GUIMARÃES DE PAULA-MGWELLINGTON FERNANDES PRADO-PIALOISIO MERCADANTE OLIVA – LÍDER NO SENADO-SPFERNANDO FERRO – LÍDER DA CAMARA DE DEPUTADOS-PE
SECRETARIAS SETORIAIS
JOÃO ANTONIO FELICIOSecretaria Sindical Nacional-SP
JULIO BARBOSA AQUINOSecretaria Nacional de Meio Ambiente-AC
LAISY MORIÉRE CÂNDIDA ASSUNÇÃOSecretaria Nacional de Mulheres-GO
MARIA APARECIDA DA SILVA ABREUSecretaria de Combate ao Racismo-RJ
MORGANA ENEILESecretaria Nacional de Cultura-RJ
SEVERINE MACEDOSecretaria Nacional de Juventude-SC
COMISSÃO DE ÉTICA E DISCIPLINAFRANCISCO ROCHA DA SILVA-SPMARIA ROSA LAZINHO-SPROSANA RAMOS DA CONCEIÇÃO-SPVERA LUCIA FERREIRA GOMES-PEWILMAR LACERDA-DF
CONSELHO FISCALADELI SELL-RSANTONIO ERISMAR CASTRO-MACARLA LOPES DA SILVA-MSMARIA DE JESUS DEMETRIO GAIA-PANATAL GABRIEL ORTEGA-MS
As informações são do Portal do PT

A ENCRUZILHADA DE CIRO GOMES


Sair candidato a presidente ou concorrer à sucessão de José Serra (PSDB)? Parte da decisão está nas mãos do próprio deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE)


Na próxima quarta-feira, dia 24, representantes de nove partidos da base do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aliados no Estado de São Paulo, reúnem-se com o pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PSB-CE). Na pauta, a tentativa de convencer o deputado federal de que o melhor caminho para ele é a disputa da sucessão do governador José Serra (PSDB). Não será tarefa fácil. Pelo menos se for mantido o tom do programa do PSB que foi ao ar na última quinta-feira, dia 18, em rede nacional de rádio e TV. Apresentando-se como opção de ``Brasil do Futuro``, Ciro resumiu, em dez minutos, o discurso que vem apresentando nos últimos dois meses. Adotando metáforas futebolísticas, marca do próprio presidente, o parlamentar do PSB disse ser muito arriscado o clima de ``Fla-Flu`` partidário. ``Leva o cidadão, o eleitor a votar no partido A, com medo do partido B, e não pelas suas propostas``, disse. Contrário a uma disputa de caráter plebiscitário entre PT e PSDB - tese defendida por Lula e a cúpula petista -, Ciro tenta se mostrar como uma opção de continuidade do governo. Ou seja, por essa linha, a tendência é que Ciro, no encontro daqui a três dias, no mínimo mantenha a posição de adiar o máximo possível a decisão sobre seus rumos políticos - o que o colocaria, cada vez mais, próximo da corrida presidencial. Até aqui, Ciro vem demonstrando que sua única disposição é sair candidato a presidente. Porém, enfatiza que a decisão final é do partido. Interlocutores internos da legenda apostam que, com a exposição e argumentação no programa, Ciro possa crescer até quatro pontos percentuais em relação aos 11% de intenções de votos registrados nas últimas pesquisas eleitorais. E o mais importante: amortecer a pressão exercida pelo Palácio do Planalto, para que a sigla retire a pré-candidatura. Num tom manso, o deputado federal, apesar de poupar Lula de críticas, não economizou alfinetadas aos rumos escolhidos pelo Partido dos Trabalhadores na sucessão presidencial de 2010. Ciro reconhece estar sozinho na disputa. Mas, no estilo de ``antes só do que mal acompanhado``, ele, indiretamente, repudiou a aliança estabelecida pelo PT com o PMDB. ``O PSB sabe, humildemente, que só pode se governar com as alianças, mas acreditamos que as alianças podem e devem ser mais íntegra para que possamos fazer política de qualidade``, finaliza. Pressão O PSB recebe uma pressão forte de aliados, principalmente do PT, para que Ciro desista do plano de comandar o País para tentar disputar o governo do maior colégio eleitoral brasileiro: São Paulo. Sem porta fechada O chefe de Gabinete do Governo do Estado do Ceará, Ivo Gomes, afirmou ao O POVO que o propósito do irmão é ser candidato à Presidência. Mas sem fechar a porta. ``Quem está a serviço de um partido não pode fechar portas. Depois da presidência, a eleição do governador de São Paulo é a mais importante do Brasil``, enfatiza. Nas próximas páginas, cientistas políticos, dirigentes partidários e aliados tentam delinear os próximos passos do pré-candidato Ciro Gomes.
O POVO